A Tale of Two Sisters ( Medo)

A Tale of Two Sisters ( Medo), 2003
(Janghwa, Hongryeon)

País : Coréia do Sul
Direção: Ji-woon Kim
Elenco: Su-jeong Lim, Geun-yeong Mun, Kap-su Kim, Jung-ah Yum

SINOPSE: A história gira em torno de duas irmãs adolescentes , Su-mi e Su-yeon que retornam à casa do pai após uma ausência não esclarecida. Esse retorno é marcado pelo confronto com a cruel madrasta que insiste em torturar psicologicamente a irmã mais nova sempre que tem oportunidade. Isto com o total desconhecimento do pai das adolescentes que se recusa a acreditar nas denúncias da filha mais velha.
Ao mesmo tempo algo de muito estranho se passa na casa como se uma presença sobrenatural habitasse o local. Apenas as mulheres a sentem, pois o pai das meninas leva uma vida normal embora trate as próprias filhas de um forma totalmente fria a distante. Qual a razão de tanta frieza ?Porque a madrasta sente tanto ódio? A casa é mesmo mal assombrada ?

COMENTÁRIO: Este filme é simplesmente uma obra prima asiática do terror psicológico. Ao mesmo tempo é um drama muito bem escrito, que conta uma história triste.Dessa forma,creio eu, que ele irá agradar não só quem curte filme de terror.É assustador e apavorante, mas também é dramático e sensível, principalmente ao retratar a relação entre as duas irmãs, a verdadeira alma do filme.Relação essa, que ganha muita credibilidade graças à maravilhosa interpretação das duas atrizes, Su-jeong Lim ( a mais velha protetora) e Geun-yeong Mun ( a mais nova indefesa).Além, obviamente de Jung-ah Yum, a madastra malvada.
No decorrer do filme, muitas questões levantadas são respondidas, mas outras vão aparecendo aumentando o mistério.Na metade do filme, ocorre uma revelação chocante, mas que serve apenas como um aperitivo para a verdadeira revelação final, quando realmente descobrimos o que aconteceu na casa, com aquela família.
Falando na casa, ela é um dos personagens do filme. Assustadora, escura, silenciosa mas cheia de barulhos estranhos no meio da noite.É óbvio que existe algo de muito estranho na casa, como é possível observar na cena do jantar, que se mostrava apenas extremamente constragedor, mas cujo desfecho é horripilante. No sentido técnico é possível observar como a escuridão da casa contrasta com a claridade das cenas no exterior, tão bonitas que parecem fotografias.
Ao final do filme, ficamos um pouco confusos, com tantas informações que se embaralham,mas não acho que isso seja um defeito e sim um trunfo porque nos faz pensar e refletir sobre o que acabamos de ver, e nos obriga a assistir novamente para ver as pistas jogadas ao longo do filme.Infelizmente esse filme já foi descoberto por Hollywood que fez um (péssimo) remake, mas que só deixa claro a superioridadde do original.Simplesmente obrigatório.

cotação 05 estrelas
ALERTA SPOILER: Leia somente se já tiver assistido o filme:

Não chega nem a ser um spoiler, mas eu acho que se vc observar bemo cartaz, ele entrega o mistério do filme, não é mesmo? A madastra está tocando apenas na irmã mais velha que está de mão dadas com a mais nova. E o pai não toca em ninguém… eu acho que entrega.

Dados do Arquivo:

Servidor: MegaTamanho: 368,8 MBFormato: rmvbIdioma: Coreano Legenda:Português

Anúncios

3 pensamentos sobre “A Tale of Two Sisters ( Medo)

  1. Era muito satisfeito descobrir este site . Еu
    quero Obrigado ρara aqueⅼes tempo por isso
    maravilhoso ler!!!! Εu definitivamente amava cadɑ parte dօ- e eu
    também tê-lo marcados ᴠeг novo coisas em seᥙ web site .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s