Primeiro do ano: A Viagem de Chihiro

A Viagem de Chihiro, 2003

(Sen to Chihiro no kamikakushi )

a-viagem-de-chimiro

País:Japão

Diretor: Hayao Miyazaki 

Estúdio: Ghibli

SINOPSE:Uma garota de 10 anos, acompanhada pelos pais numa viagem de mudança vê-se subitamente encurralada numa situação desesperadora: seus pais, após comerem da comida de um restaurante desconhecido, transformam-se em porcos. A garota, então, deve fazer de tudo para reverter o acontecido, em um mundo bizarro e fantasioso. 

COMENTÁRIO: A Viagem de Chihiro é um daqueles filmes você pode assisitir 1000 vezes, mas ainda assim, vai ser possível ver algo que você não tinha visto ainda, tamanha é a sua riqueza.

Lembro que fui assisitir no cinema, no já distante ano de 2003, em um festival de filmes independentes que acontecia todo ano na minha cidade.Fui junto, com a minha irmã, um pouco desconfiada por estar saindo de sua casa para assisitir um “desenho japonês”.Mas não foi preciso mais do que 10 minutos de filme pra toda essa desconfiança desaparecer e dar lugar ao mais completo encantamento.

Esse foi o primeiro filme de Hayao Miyazaki que assisiti, e simplesmente me apaixonei.Delá pra cá, já assisiti muitos outros, sendo os mais conhecidos “A Princesa Mononoke” e “O Castelo Animado”, também protagonizados por jovens garotas. O filme conta a história de Chihiro, uma menina de 10 anos, que está de mudança para outra cidade,com os seus pais, totalmente a contragosto.No meio do caminho, o pai se perde e vai parar próximo a um túnel.Curiosos, os pais decidem entrar no túnel onde vão parar em uma cidade aparentemente abandonada, onde apenas existem barracas e mais barracas de comida.Completamente famintos decidem para pra comer, mas Chihiro se recusa e vai explorar a cidade.Ao perceber uma movimentação com criaturas muito estranhas,ela volta para o lugar onde estavam seus pais, mas para sua surpresa, eles foram transformados em dois grotescos porcos gigantes.Esse é o começo da jornada de Chihiro em um mundo povoado por criaturas fantásticas de todos os tipos.

Tudo nesse filme é simplesmente fantástico: a riqueza de detalhes em todos os cenários, o forte colorido em todas as cenas, a movimentação dos personagens.E suas virtudes não se restringem somente as qualidades técnicas, mas também nas características emocionais dos personagens.Inicialmente, uma menina irritante e mimada, Chihiro precisa se virar sozinha, sem os pais, tomar as próprias decisões e se responsabilizar pelas mesmas.O misterioso personagem Haku, que por alguma estranha razão ajuda Chihiro, também merece destaque.Existem também algumas mensagens e metáforas embutidas ao longo de todo o filme simbolizando a arrogância, a ganancia e avareza do ser humano.Em uma das partes mais engraçadas do filme, quando aparece o “Deus Fedido” há uma importante lição sobre o preconceito e sobre porque não devemos julgar ninguém pela sua aparência.

Com alguns simbolismos, típicos da cultura japonesa e por isso mesmo, com várias interpretações, A Viagem de Chihiro é um filme de extrema sensibilidde e beleza, que mereceu cada um dos prêmios que conquistou ao redor do mundo, inclusive o Oscar de melhor animação.Pode e deve ser assistido por pessoas de todas as idades e, principalmente por aquelas pessoas que acham que animação japonesa se resumem aos Pokemons e Dragon Balls da vida.

Uma verdadeira obra-prima, altamente recomendada.

cotação 05 estrelas

Dados do Arquivo:

Servidor: MegaTamanho: 394,3 MBFormato: rmvbIdioma: Japonês Legenda:Português

Download

Anúncios

2 pensamentos sobre “Primeiro do ano: A Viagem de Chihiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s