Desafio dos 100 Filmes # 13. Filme dos Anos 40: Juventude sem Arrependimento

Juventude sem Arrependimento, 1946

(Waga Seishun ni Kuinashi)

juventude

País:Japão

Diretor:  Akira Kurosawa

Elenco:Setsuko Hara, Akitake Kôno,Susumu Fujita,Haruko Sugimura,Kokuten Kodo

SINOPSE:Yukie é uma estudante universitária que vive uma vida relativamente fácil e sem complicações, uma vez que seu pai é um admirado professor da universidade. Mas tudo muda quando, em 1933, o exército japonês toma a Manchúria. Os progressistas são cassados de seus postos e o pai de Yukie não é exceção. Yukie acaba se apaixonando por Noghe, aluno de seu pai e militante de esquerda.

COMENTÁRIO:O filme “Juventude sem Arrependimento” acompanha os acontecimentos  na cidade de Kyoto após a invasão japonesa à Manchuria, onde somos apresentados aos três personagens principais: Yukie ( filha do professor da universidade de Kyoto), Noghe e Itokawa ( dois alunos do professor, apaixonados por Yukie)

Um problema que observei no filme é que ao atravessar um enorme período na vida dos personagens, em diversos momentos o filme se torna cansativo e até mesmo chato.Alguns eventos são mal trabalhados e por isso fiquei um pouco confusa   em determinados trechos.E também a falta de explicação da súbita motivação de alguns personagens.No caso de Yukie, o motivo foi somente o amor obsessivo que sentia por Noghe.

Porém,  essas falhas  são compensadas com a maravilhosa interpretação de Setsuko hara, que é o grande mérito do filme.Yukie, inicialmente é uma garota alienada, mimada e muito irritante.Mas ao longo do filme, vemos uma incrível  transformação na personagem, principalmente depois de uma série de eventos que culminam na morte de seu marido.A partir desse ponto se concentram as cenas mais bonitas do filme, quando Yukie se muda para a casa dos sogros e passa a trabalhar no campo de arroz, que serve de sustento para a pequena família.Acostumada com uma vida confortável, vê “obrigada” a trabalhar de forma exaustiva nos arrozais.Vemos aquela menina se transformar em uma mulher forte e corajosa, disposta a enfrentar humilhações, e lutando para preservar a memória do marido.Fiquei muito impressionada com a sua atuação.

Para muitos, esse é considerado o pior filme de Kurosawa, o que na minha opinião é um enorme exagero, já que da metade do filme em diante ele se torna bastante envolvente e até mesmo tocante.Definitivamente vale a pena assistir.

 cotação 03 estrelas

Dados do Arquivo:

Servidor: MegaTamanho: 350,5 MBFormato: rmvbIdioma: Japonês Legenda:Português

Download

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s